Lasanha de Berinjela

Standard

Fácil, rápido, gostoso e saudável. O que mais você quer de uma refeição (ainda mais quando você é que está preparando)? A lasanha de berinjela é um clássico da cozinha preguiçosa. Pra você ter uma ideia do quanto é fácil, preparei essa no meu horário de almoço e deixei pra assar no jantar. Ou seja: em meia hora, no máximo, estava pronta pra ir pro forno. Dentro dele é outra meia horinha. E olha, salva qualquer visita de última hora…

Eu cozinhei no azeite uma cebola pequena e um dente de alho. Quando a cebola começou a ficar transparente coloquei uma lata de tomate pelati (conhece? Se não, deveria. O tomate pelati é algo entre o tomate fresco e o molho de tomate. Ou seja: é em conserva mas mantém o tomate inteiro no seu próprio suco. Acho mais gostoso e saudável que o molho. Na impossibilidade de fazer meu próprio molho, é o que eu uso). Quando começou a levantar fervura sapequei salsinha, cebolinha, sal e pimenta do reino.

A berinjela entrou nesse molho também. Usei quatro pequenas, orgânicas, descascadas e cortadas longitudinalmente (forma bonita pra dizer que não eram rodelas, e sim fatias de cerca de meio centímetro, que iam do cabo à cabeça). Misturada ao tomate, a berinjela ficou cozinhando por uns 10 minutos.

Untei uma travessa com azeite e coloquei uma camada de berinjela e molho. Sobre ela, uma camada de presento de peru (era o que tinha na geladeira: você pode colocar a carne que quiser, como presento comum ou carne moída) e outra de muçarela. Repeti a operação: berinjela e molho, presunto, muçarela. Finalizei com umas bolotas de muçarela de búfala que estavam pra perder e umas lascas de gana padano, um tipo de queijo semelhante ao parmesão, mas bem mais saboroso.

A travessa foi ao forno, já quente, e ficou ali meia horinha, até os queijos derreterem e começarem a tomar cor. Quinze minutos depois a travessa estava vazia, devorada por apenas duas pessoas (mas a receita dá pra quatro…)